Back
 AJPS  Vol.6 No.9 , June 2015
Physiological and Physical Quality of Seeds from Peanut Seeds and Plants under the Influence of Fertilizer and Biostimulant
Abstract: The foliar application and seed Ca + B, Mo + P and Stimulate? in peanut, despite being a practice used long ago, few studies have conclusive results, and then this research was to evaluate the physical and physiological quality peanut seeds from the process of application of fertilizers and bio-stimulant. The design was completely randomized, with seed from peanut plants subjected to the use of three products (Ca + B; Mo + P and Stimulate?), two types of applications (via leaf and seeds), growing with PK and absolute control, following a factorial arrangement of [(3 × 2) + 2]. For the dimensions (length and width) of seeds, as well as the thousand seed weight and number of seeds per pod, data were submitted to descriptive statistics, calculating the mean, standard deviation, variance and coefficient of variation of the data obtained. The application of fertilizers, bio-stimulants and groundnut seeds increases germination of seeds produced, causes more seedlings that are vigorous and reduces the percentage of abnormal seedlings.
Cite this paper: F. A. Melo, L. , Gonçalves, E. , Ralph, L. , S. Viana, J. and A. Silva, S. (2015) Physiological and Physical Quality of Seeds from Peanut Seeds and Plants under the Influence of Fertilizer and Biostimulant. American Journal of Plant Sciences, 6, 1594-1606. doi: 10.4236/ajps.2015.69160.
References

[1]   Tasso Júnior, L.C., Marques, M.O. and Nogueira, G.A.L. (2004) A Cultura do amendoim. UNESP, Jaboticabal, 218 p.

[2]   Companhia Nacional de Abastecimento (2012) Acompanhamento de safra brasileira: grãos, oitavo levantamento. Companhia Nacional de Abastecimento, Brasília-DF.

[3]   Barbosa, C.A. (2008) Manual da cultura do amendoim. Agrojuris, Viçosa, 140 p.

[4]   Oliveira, I.R., Lemos, H.W.De C., Milani, M., Leite, M.S., Sousa, C.R. and Marisa, V.M.M. (2010) Comportamento de genótipos de mamoeira em consórcio com o feijoeiro comum na zona agreste do estado de Sergipe, congresso brasileiro de mamona, 4 & simpósio internacional de oleaginosas energéticas, João Pessoa. Inclusão Social e Energia: Anais. Embrapa Algodão, Campina Grande, 1763-1767.

[5]   Wander, A.E. (2005) Introdução e importancia econômica. In: Cobucci, T. and Biava, M., Eds., Cultivo do feijão irrigado na região noroeste de Minas Gerais, Embrapa Arroz e Feijão, Santo Antônio do Goiás, Embrapa Arroz e Feijão. Sistemas de Produção, 5.

[6]   Golo, A.L., Kappes, C., Carvalho, M.A.C. and Yamashita, O.M. (2009) Qualidade das sementes de soja com a aplicação de diferentes doses de molibdênio e cobalto. Revista Brasileira de Sementes, 31, 40-49.
http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222009000100005

[7]   Abreu, A.F.B. (2005) Produção de sementes. In: Abreu, A.F.B. and Biava, M., Eds., Cultivo do feijão da primeira e segunda safras na região sul de Minas Gerais, Embrapa Arroz e Feijão, Santo Antônio do Goiás. Embrapa Arroz e Feijão. Sistemas de Produção.

[8]   Marcos Filho, J. (2005) Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. FEALQ, Piracicaba, 495 p.

[9]   Vieira, E.H.N. and Rava, C.A. (2000) Características botanicas e fisiológicas das sementes. In: Vieira, E.H.N. and Rava, C.A., Eds., Sementes de feijão: Produção e Tecnologia, Embrapa Arroz e Feijão, Santo Antonio de Goiás, 25-38.

[10]   Carvalho, N.M. and Nakagawa, J. (2012) Sementes: Ciência, tecnologia e produção. FUNEP, Jaboticabal, 590 p.

[11]   Teixeira, I.R., Borém, A., Araújo, G.A.A. and Andrade, M.J.B. (2005) Teores de nutrientes e qualidade fisiológica de sementes de feijão em resposta a adubação foliar com manganês e zinco. Bragantia, 64, 83-88.
http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052005000100009

[12]   Jacob Neto, J. and Rossetto, C.A.V. (1998) Concentração de nutrientes nas sementes: o papel do molibdênio. Floresta e Ambiente, 5, 171-183.

[13]   Brasil (2009) Regras para Análise de Sementes. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. SNDA/DNPV/CLAV, Brasília, 2, 365.

[14]   Maguire, J.D. (1962) Speed of Germination-Aid in Selection and Evaluation for Seedling Emergence and Vigor. Crop Science, 2, 176-177.
http://dx.doi.org/10.2135/cropsci1962.0011183X000200020033x

[15]   Vanzolini, S. and Nakagawa, J. (2005) Teste de condutividade elétrica em sementes de amendoim. Revista Brasileira de Sementes, 27, 151-158.
http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222005000200022

[16]   SAEG—Sistema para Análises Estatísticas, Versão 9.1. (2007) Fundação Arthur Bernardes—UFV, Viçosa.

[17]   Feitosa, C.T., Nogueira, S.S.S., Gerin, M.A.N. and Rodrigues Filho, F.S.O. (1993) Avaliação do crescimento e da utilização de nutrientes pelo amendoim. Scientia Agricola, 3, 427-437.
http://dx.doi.org/10.1590/s0103-90161993000300015

[18]   Vieira, E.L. and Castro, P.R.C. (2002) Ação de estimulante no desenvolvimento inicial de plantasde algodoeiro (Gossypium hirsutum L.). USP. Departamento Ciências Biológicas, Piracicaba, 3 p.

[19]   Guerra, C.A., Marchetti, M.E., Robaina, A.D., Souza, L.C.F., Gonçalves, M.C. and Novelino, J.O. (2006) Qualidade fisiológica de sementes de soja em função da adubação com fósforo, molibdênio e cobalto. Acta Scientiarum Agronomy, 28, 91-97.

[20]   Queiroga, V.P., Freire, R.M.M., Araújo, M.E.R., Lima, V.I. and Queiroga, D.A.N. (2011) Influência do tamanho da semente de amendoim sobre sua qualidade fisiológica. Revista Agro@mbiente, 5, 30-34.

[21]   Marubayashi, O.M., Rosolem, C.A., Nakagawa, J. and Zan Duo, M.O. (1997) Adubação Fosfatada, Produção e qualidade de sementes de populações de amendoim. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 32, 885-892.

[22]   Crookston, R.K. and Hill, D.S.A. (1978) Visual Indicator of the Physiological Maturity of Soybean Seed. Crop Science, 18, 867-870.
http://dx.doi.org/10.2135/cropsci1978.0011183X001800050048x

[23]   Silva, M.P., Sá, M.E., Berti, C.L.F., Santos, P.C., Abrantes, F.L. and Souza, L.C.D. (2009) Doses de cálcio e molibdênio via sementes e calcário via solo na produção de sementes de amendoim. Revista Trópica—Ciências Agrárias e Biológicas, 3, 42.

[24]   Silva, A.C., Costa, D.S., Barbosa, R.M. and Lazarini, E. (2012) Cobalto e molibdênio via foliar em amendoim: características agronômicas da produção e potencial fisiológico das sementes. Revista Biotemas, 25, 9-15.
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n2p9

[25]   Melo Filho, P.A., Gondim, T.M.S., Lemos, S., Vasconcelos, R.A. and Santos, R.C. (2010) Produtividade de vagens e sementes de amendoim ereto em Barbalha, CE. Congresso Brasileiro de Mamona, 4 & Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa. Inclusão Social e Energia: Anais. Embrapa Algodão, Campina Grande, 1760-1763.

[26]   Nakagawa, J. (1999) Testes de vigor baseados no desempenho das plantulas. ABRATES, Londrina, 1-24.

[27]   Possenti, J.C. (2007) Qualidade fisiológica de sementes de amendoim enriquecidas com molibdênio. Tese de Doutorado, Faculdade de Agronomia “Eliseu Maciel”, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 51 p.

[28]   Santos, C.A.C., Peixoto, C.P., Vieira, E.L., Carvalho, E.V. and Peixoto, V.A.B. (2013) Stimulate® na germinação de sementes, emergência e vigor de plantulas de girassol. Bioscience Jounal, 29, 605-616.

[29]   Ferreira, A.G. and Borghetti, F. (2004) Germinação: Do básico ao aplicado. Artmed, Porto Alegre, 323.

[30]   Rossetto, C.A.V. (1993) Efeitos da colheita e da calagem na produção e qualidade de sementes de amendoim (Arachis hypogaea L.). Dissertação de Mestrado, UNESP, Botucatu, 114 p.

[31]   Silva, M.P., Sá, M.E., Abrantes, F.L.A. and Souza, L.C.D. (2012) Influência do molibdênio e do cálcio aplicados via semente nas frações protéicas de amendoim cv.iac 886. Semina: Ciências Agrárias, 33, 2099-2108.
http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6p2099

[32]   Golo, A.L., Kappes, C., Carvalho, M.A.C. and Yamashita, O.M. (2009) Qualidade das sementes de soja com a aplicação de diferentes doses de molibdênio e cobalto. Revista Brasileira de Sementes, 31, 40-49.
http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222009000100005

[33]   Malavolta, E. (2006) Manual de nutrição mineral de plantas. Editora Agronômica Ceres, São Paulo, 638 p.

[34]   Mantovani, J.P.M., Calonego, J.C. and Foloni, J.S.S. (2013) Adubação foliar de boro em diferentes estádios fenológicos da cultura do amendoim. Revista Ceres, 60, 270-278.
http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2013000200017

[35]   Ambosano, E.J., Ambrosano, G.M.B., Wutke, E.B., Bulisani, E.A., Martins, A.L.M. and Silveira, L.C.P. (1999) Efeitos da adubação nitrogenada e com micronutrientes na qualidade de sementes do feijoeiro cultivar IAC—Carioca. Bragantina, 58, 393-399.

[36]   Perin, A., Marinho, J.G.G. and Grandi, M.T. (2003) Cobertura do solo e acumulação de nutrientes pelo amendoim forrageiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 38, 791-796.
http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2003000700002

[37]   Pinola, M.C.M. and Cicero, S.M. (2002) Qualidades física e fisiológica de sementes de amendoim submetidas a doses de gesso agrícola combinadas a épocas e modos de aplicação: área sem calagem. Revista Brasileira de Sementes, 24, 229-236.

 
 
Top