CE  Vol.5 No.11 , June 2014
What Is the Training of the Accounting Professor in Brazil?
ABSTRACT
The aim this research is to demonstrate the structure of the Higher Education in Brazil with emphasis in Accounting Education and the college Education of the professor in this field of knowledge. It reports the aspects of college education of the accounting professor from the standpoint of Vasconcelos’ model (1994) dividing it into four fields of education: practical training, technical scientific, pedagogical and, social and political. The gathering of the professors’ perceptions was carried out through an online questionnaire. The base of the analysis was in 383 answers, being 307 of the observations considered valid. The results were identified by using descriptive analysis. The research indicates, in this sample, that the accounting sciences professor in Brazil has predominantly a practical training formation lacking pedagogical preparation, which is the highlighted object in this study.

Cite this paper
Araujo, A. and Mello, R. (2014) What Is the Training of the Accounting Professor in Brazil?. Creative Education, 5, 886-899. doi: 10.4236/ce.2014.511102.
References
[1]   Andere, M. A. (2007). Aspectos da Formação do Professor de Ensino Superior de Ciências Contábeis: Umaanálise dos Programas de Pós-graduação . Dissertation (Masters in Controlling and Accounting), São Paulo: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto.

[2]   Andere, M. A., & Araujo, A. M. P. de (2008). Aspectos da formação do professor de ensino superior de ciênciascontábeis: Umaanálise dos programas de pós-graduação. Revista Contabilidade & Finanças (Printed), 19 , 91-102.
http://dx.doi.org/10.1590/S1519-70772008000300008

[3]   Cornachione Jr., E. B. (2004). Tecnologia da educação e cursos de ciênciascontábeis: Modeloscolaborativosvirtuais. Thesis (Free-Docency), São Paulo: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, USP.

[4]   Cunha, M. I. (1996) O bom professor e suaprática (6th ed.). Campinas: Papirus Editora.

[5]   Delors, J. (1996). Educação, um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissãointernacionalsobre Educação para o século XXI. (Original Title: Learning: The Treasure within; Report to UNESCO of the International Commission on Education for the Twenty-first Century (highlights)). Paris: UNESCO (Published by the Setor de Educação da Representação of UNESCO in Brasil, Sponsored by FundaçãoFaberCastell, Traslation: GuilhermeJoão de Freitas Teixeira)
http://unesdoc.unesco.org/images/0010/001095/109590por.pdf

[6]   Delors, J. (1999) Um Tesouro a Descobrir. São Paulo: UNESCO, MEC, Cortez Editora.

[7]   Feltran. R. C. S. (2002). Avaliaçãonaeducação superior . Campinas: Papirus Editora.

[8]   Gil, A.C. (2002). Como elaborarprojetos de pesquisa (4th ed.). São Paulo: Editora Atlas.

[9]   Gil, A. C. (2006). Didática do ensino superior. São Paulo: Editora Atlas.

[10]   Gómez, A. P. (1992). O pensamento prático do professor: A formação do professor como profissional reflexivo. In A. Nóvoa (Coord.), Osprofessores e a suaformação . Lisboa: Publicações Dom Quixote.

[11]   Guerra, C. T. (2003). O ensino de psicologianaformaçãoinicial de professores: Constituição de conhecimentossobreaprendizagem e desenvolvimentoporestudantes de licenciatura. Thesis (Education Doctorate), Campinas: Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas.

[12]   Hernandes, D. C. R., et al. (2006). O professor de contabilidade: habilidades e competências. In I. R. Peleias (Org.), Didática do ensino superior da contabilidade: Aplicávela outros cursossuperiores (pp. 61-119). São Paulo: Saraiva.

[13]   Laffin, M. (2002). De contador a professor: A trajetória da docência no ensino superior de contabilidade . Thesis (Doctorate in Production Engineering), Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina.

[14]   Marion, J. C. (1993). Aspectos do ensino da contabilidadenos Estados Unidos . São Paulo: Fipecafi/FEA-USP, Caderno de Estudos, n.7.

[15]   Martins, A. C. P. (2005). Ensino superior no Brasil: Da descobertaaosdiasatuais. Acta Cirúrgica Brasileira, 17, 4-6.

[16]   Meier, A. (2004). Contribuição para melhoriaqualitativa do corpodocentenoscursos de graduação de umainstituição de ensino superior de Curitiba—Paraná . Dissertation (másters in Production Engineering), Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina.

[17]   Mello, R. R. de (1998). Os saberes docentes e a formação cotidiana nas series iniciais do ensino fundamental: Um estudo de casosmúltiplos de tipo etnográfico . PhD Thesis, São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação.

[18]   Mizukami, M. G. N., et al. (2002). Escola e aprendizagem da docência: Processos de investigação e formação . São Carlos: EDUFSCAR.

[19]   Nossa, V. (1999). Ensino da contabilidade no Brasil: Umaanálisecrítica da formação do corpodocente . Dissertação (MestradoemCiências Contábeis), São Paulo: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo.

[20]   Nunes, C. S. C. (2000). Ossentidos da formaçãocontínua de professores: O mundo do trabalho e a formação de professores no Brasil . Thesis (PhD in Education). Campinas: Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas.

[21]   Pachane, G. G. (2003). Aimportancia da formaçãopedagógica para o professor universitário: A experiência da UNICAMP . Thesis (PhD in Education. Concentration Field), Faculdade de Educação, Campinas: Universidade Estadual de Campinas.

[22]   Pereira, J. C. R. (2004). Análise de dados qualitativos: Estratégias metodológicas para as ciências da saúde, humanas e sociais (3rd ed.). São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

[23]   Perrenoud, P. (2000). Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes MédicasSul.

[24]   Richardson, R. J. (1999). Pesquisa Social: métodos e técnicas (3rd ed.). São Paulo: Atlas.

[25]   Vasconcelos, M. L. M. C. (1994). O profissional liberal na docência de 3 grau: Uma proposta de atualização pedagógica . Thesis (PhD in Business Administration), São Paulo: Universidade Mackenzie.

[26]   Vasconelos, M. L. M. C. (2000). A formação do professor do ensino superior (2nd ed.). São Paulo: Pioneira.

[27]   Veiga, I. P. A. (2003). Inovações e projetopolítico-pedagógico: Uma relação regulatória ou emancipatória? UNICAMP, Campinas, Caderno CEDES, 23, 267-281. http://www.cedes.unicamp.br

 
 
Top